6 de janeiro de 2014

Chapada Diamantina: destino de tirar o fôlego

Por: 

Quero Passagem

Categorias

Aqui a aventura é levada a sério e a beleza incontestável das paisagens está presente em todos os locais da trilha. Toda a região é formada por 57 municípios no sertão da Bahia, onde as principais fontes de renda variam entre o turisto na visitação de cavernas, grutas, rios, cachoeiras, morros e trilhas cravados na rocha há séculos.

Chapada de onibus

Para começar, nada melhor que dar inicio na principal entrada da Chapada: Lençóis. A 409 km de Salvador, a cidade tem exatamente o espírito de turista que o brasileiro gosta: possui mais agências de turismo do que até mesmo agências bancárias. Todas têm como característica a ampla oferta de passeios e pacotes para conhecer grande parte da região. São vários pacotes diários, de van ou jipe, para cartões-postais como o Morro do Pai Inácio, a Cachoeira da Fumaça, a Cachoeira do Buracão e a gruta da Lapa Doce. Para quem curte esportes radicais como rapel e mountain bike, também é fácil encontrar guias bilíngues para ajudar.

Chapada Brasil

Aliás, quando o assunto é esportes radicais, a dica é ir com calma. Nas trilhas, por exemplo, comece pelas mais simples e vá subindo o grau, até pegar o ritmo das longas caminhadas. Além disso, leve sempre dois pares de calçados (um para subir, o outro para pisos escorregadios). Mantimentos como água, suco e comidas leves também são super importantes.

Já em Mucugê, cidade vizinha e bastante importante no roteiro da Chapada, o destaque fica para o conjunto arquitetônico da cidade e o Parque Municipal. Nele, é mostrado e representado o que há de melhor em termos de atrativos nesta região. Além de que possui um forte legado histórico do coronelismo e do Ciclo do Diamante. Para os que apreciam cachoeiras: Piabinhas e Tiburtino são as dicas indispensáveis.

Ideias para passar ferias

Há também quem se interessa por conservar a saúde. Para estes, o lugar certo são as pousadas do Vale do Capão. A 70 km de Lençóis, boa parte do turismo é incentivado por técnicas de fitoterapia, massoterapia, saunas indígenas de purificação, banhos de argila e medicina holística. Muita gente que passa por lá compara o clima zen com o Festival de Woodstock.

Agora é só conhecer e aproveitar uma das maiores regiões turísticas de todo o Brasil!

assine nosso feed

compartilhar