5 de agosto de 2015

Direitos do consumidor: Perdi minha bagagem, e agora?

Por: 

Quero Passagem

Categorias

Vai aproveitar a calmaria após as férias de julho para botar o pé na estrada? Então é hora de redobrar a atenção e relembrar seus direitos como consumidor, antes de ir às compras. Na hora dos imprevistos, saber quais são seus direitos pode poupá-lo de uma bela dor de cabeça, no momento em que você mais quer relaxar.

Atrasos no embarque de ônibus
Se a companhia de ônibus contratada atrasar mais de uma hora para embarcar, cobre. Segundo resolução imposta pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), se o tempo de espera exceder uma hora, a auto viação deve devolver o valor pago pela passagem rodoviária ou oferecer um novo embarque em outro itinerário com veículos que prestem o mesmo serviço equivalente ao destino contratado. Os atrasos e interrupções também devem ser comunicados com antecedência a todos os clientes. Em casos de atrasos, o usuário tem direito a alimentação e até hospedagem, se for preciso aguardar até o dia seguinte para embarcar.

Limite das bagagens é de 30 quilos.

Limite das bagagens é de 30 quilos.

Cuidados com a bagagem
Antes de embarcar com a bagagem, o passageiro rodoviário deve preencher seus dados pessoais em um acessivo fornecido pela empresa de ônibus como forma de identificação de seus pertences e malas. Além de garantir a segurança da bagagem com a identificação, é preciso ficar atento quanto ao peso permitido por passageiro (limite de 30 quilos). Se a bagagem for extraviada, procure o guichê de atendimento da transportadora contratada e vá até a seção da ANTT no terminal rodoviário, para comunicar sobre o ocorrido. Se isso não for suficiente, o passageiro precisa pedir ajuda ao Procon de seu município e recorrer a justiça para requerer o ressarcimento sobre as perdas financeiras causadas pela perda da bagagem, através de uma ação por danos morais.

Cuidados com compras pela internet
Quem pretende reservar a passagem de ônibus pela internet precisa ficar atento. Quando a compra é feita por meio de agências de turimo online, a dica é dar preferência às empresas cadastradas no CADASTUR – Sistema de Cadastro de pessoas físicas e jurídicas que atuam no setor do turismo. Além disso, o consumidor precisa se certificar de todos os serviços e taxas incluídas na compra das passagens, e observar, em casos de ofertas, qual é o prazo de validade das passagens.

assine nosso feed

compartilhar