29 de junho de 2014

O que fazer diante de problemas na hora de viajar de ônibus?

Por: 

Quero Passagem

Categorias

Se você nunca teve o privilégio de sentar ao lado daquele vizinho de poltrona que faz de tudo para se comunicar com você, acredite, você tem muita sorte!
Saiba que uma companhia desagradável pode tornar sua viagem de ônibus em um verdadeiro terror. Para que isso possa ser evitado, estar preparado para lidar com essa e outras situações inconvenientes é fundamental. Nesse caso, quem leva na bagagem seu inseparável fone de ouvido ou um livro para ler no caminho, pode se dar bem, já que apelar para esses objetos é uma das melhores maneiras de você demostrar que não está afim de conversar.

Barulhos, conversas altas e até roncos são outros problemas que quase todos os passageiros de ônibus já devem ter enfrentado pelo menos uma vez na vida, ainda mais em viagens de longa distância.
Se o outro tripulante estiver ultrapassando os volumes do bom senso enquanto conversa, pedir que reduza a altura do dom de voz, não é ser indelicado nessas horas. O mesmo vale para vizinhos que além de caírem de sono no seu ombro, abrem aquele bocão e começam a roncar. Não excite e peça com educação que se vire para o lado oposto.

Vizinho de poltrona pode acabar com seu sucedo.

Para não incomodar ninguém e evitar levar uma bronca, usar os celulares durante viagens à noite, merece atenção especial. Coloque seu toque sempre no modo vibratório e procure ser breve nas conversas. Mesmo sendo permitido pelas companhias de ônibus, tem certas horas que o celular pode trazer problemas a você.
Quem não reservar as passagens de ônibus através da internet, pode passar apuros com a troca de assentos por engano. Se você ocupou a poltrona indicada no voucher de embarque, peça ajuda de um funcionário da auto viação para resolver esse tipo de problema. Os que pretendem viajar de ônibus com crianças podem levar travesseiros, chupetas e até brinquedos para distrai-los durante o trajeto.

Imagem: G1

assine nosso feed

compartilhar