24 de abril de 2014

Passeio de trem de Curitiba a Morretes

Por: 

Quero Passagem

Categorias

Com sua construção iniciada em 1880 e que durou cinco anos, a ferrovia Curitiba – Serra do Mar – Morretes – Paranaguá representa um extraordinário feito da engenharia do século 19. Considerada impraticável por vários engenheiros europeus conceituados da época, os 110km foram finalmente inaugurados para aumentar a relação econômica e social entre a capital e o litoral paranaense. Além dessa função, um dos objetivos era também ligar o Porto de Paranaguá ao interior, para dar vazão à produção de grãos dos estados.

Trem pela serra do mar

Hoje em dia, esse passeio é considerado uma das mais belas viagens de trens oferecidas no território nacional, além de ser uma ferrovia bem conservada dentro da reserva ecológica da Serra do Mar, também está localizada em meio a mata atlântica. São várias pontes, túneis e viadutos, que fazem do trajeto a primeira obra com essas características a ser construída no mundo. Por todo o caminho, os visitantes podem conhecer de vista tais locais: Represa Caiguava, Túnel Roça Nova, Represa do Rio Ipiranga, Santuário do Cadeado. Porém, os destaques ficam para a Ponte São João, com 55 metros de altura, da onde se têm uma vista sensacional de toda a região de Paranaguá e Morretes e o Viaduto do Carvalho. Neste último, é possível sentir a sensação de estar voando, pois o abismo é bem alto.

Saindo diariamente da rodoferroviária de Curitiba, o passeio começa pelo centro da capital e por alguns bairros isolados, passando também por cidades como Pinhais e Piraquara, pequenos sítios e nascentes de rio como a do Rio Iguaçu que forma as Cataratas. Uma dica é aproveitar o trajeto em dias ensolarados, bastante comuns no inverno, assim como tentar se sentar do lado esquerdo do trem, onde as paisagens são mais constantes para serem vistas com tranquilidade. Vale lembrar que o trem é lento, então você não precisará se preocupar com medo de velocidade. Sem contar que sobrará tempo para tirar fotos e gravar alguns vídeos.

Morretes Parana

Há também uma parada no meio da serra, mais precisamente na estação do Parque Estadual do Marumbi, onde é possível descer e conhecer a reserva. Ao fim do passeio, chega-se em Morretes, já no litoral do Paraná. Lá você poderá experimentar o Barreado, prato típico da região, comprar em lojinhas temáticas e conhecer todo o belo cenário oferecido pela natureza. Na parte da tarde é feio o trajeto de volta pra Curitiba, com 3 horas de duração da viagem.

Gostaram das dicas? Acesse o site da Quero Passagem e aproveite o passeio! 😀

Imagens via Rodoferroviaria, Curitiba Travel.

assine nosso feed

compartilhar