11 de julho de 2014

Venda de passagens de ônibus cresce 30% durante Copa do Mundo

Por: 

Quero Passagem

Ao contrário do fracasso e da tristeza provocada pelo fraco desempenho da seleção brasileira na Copa do Mundo, há empresas brasileiras que estão colecionando vários motivos para comemorar. Pelo menos, este é o caso da startup Quero Passagem, lançada desde o final do ano passado. A empresa que vende pela internet mais de três mil destinos rodoviários viu suas vendas registrarem um aumento de no mínimo 30% depois que o Mundial começou a ser disputado no Brasil. O aumento das vendas, no entanto, se deve a uma série de melhorias e medidas adotadas pelo site, meses antes do evento começar.

Tecnologia também está presente nos ônibus

Segundo o CEO da Quero Passagem, Lukasz Gieranczyk os serviços associados a boas ferramentas de marketing e as ofertas de preços para quem precisa viajar entre as capitais brasileiras para acompanhar os jogos da Copa, resultaram no sucesso de venda esperado pela empresa. “A intenção foi disponibilizar um serviço que sanasse a maior quantidade de dúvidas e necessidades dos turistas estrangeiros, facilitando seu deslocamento até os estádios de futebol”, explica. Foi pensando nisso que o e-commerce criou uma versão completa em inglês e espanhol, e foi o primeiro do setor rodoviário a implantar uma nova forma de pagamento das passagens com cartões de crédito internacionais, e sem a apresentação do CPF.

Os mecanismos de busca e os serviços voltados para quem mora no exterior deram tão certo que pelo menos metade dos 30% de passageiros que entraram no site durante os últimos 30 dias, são estrangeiros que desembarcaram no país por causa da Copa.  O site já tem uma média de venda internacional de 20% de todas as passagens de ônibus comercializadas anualmente. Depois da Copa do Mundo, a direção da Quero Passagem, espera que o país receba mais turistas estrangeiros e possa registrar aumento no número de viagens rodoviárias feitas por eles.

Imagem: O Globo

assine nosso feed

compartilhar